Publicado em 11/05/2022 11h50

Bolsonaro muda comando do Ministério de Minas e Energia; saiba quem é o novo ministro

No último dia 5 (quinta-feira), Bolsonaro citou o ministro Bento Albuquerque e o presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, ao reclamar de reajuste no preço do Diesel

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro (PL) exonerou Bento Costa Lima Leite de Albuquerque, a pedido, do comando do Ministério de Minas e Energia nesta quarta-feira (11). Adolfo Sachsida foi nomeado como novo titular da pasta. As informações foram publicadas no Diário Oficial da União (DOU). A mudança acontece depois de recentes críticas do presidente à política de preços da Petrobras, estatal ligada à pasta.

No último dia 5 (quinta-feira), Bolsonaro citou o ministro Bento Albuquerque e o presidente da Petrobras, José Mauro Ferreira Coelho, ao reclamar do reajuste no preço do Diesel para as refinarias.

"Vocês não podem, ministro Bento Albuquerque e senhor José Mauro, da Petrobras, não podem aumentar o preço do diesel. Não estou apelando, estou fazendo uma constatação levando-se em conta o lucro abusivo que vocês têm. Vocês não podem quebrar o Brasil. É um apelo agora: Petrobras, não quebre o Brasil, não aumente o preço do petróleo. Eu não posso intervir. Vocês têm lucro, têm gordura e têm o papel social da Petrobras definido na Constituição", disse.

Aos gritos, durante uma transmissão ao vivo por redes sociais, afirmou que os lucros registrados recentemente pela empresa são "um estupro", beneficiam estrangeiros e quem paga a conta é a população brasileira. Cinco dias depois, a estatal reajustou em 8,87% o Diesel para as distribuidoras. O valor médio do litro vendido pela petroleira subiu de R$ 4,51 para R$ 4,91.

Autoria: BNEWS

  • Link:

Comente essa notícia

Publicidade
Copyright 2016 © www.diasdavilaagora.com.br - Todos os direitos reservados
jornalismo@diasdavilaagora.com.br • Tel/WhatsApp: (71) 9238-4606
Desenvolvimento: Tecnosites